Nancy Vieira - Na Oh Minino Na

Ná Ó Minino Ná (Eugénio Tavares)



 

Ó rosto doce di odju maguado
Es bo cudado botal pa traz
Nhor Dês ta danu bida di paz
Ó nha pecado di odju maguado

Ná, ó minino ná
Sombra rum fuji di li
Ná, ó minino ná
Dixa nha fidjo dormi

Sono di bida, sonho di amor
Ou graça ou dor, ês é nos sorti
Si Deus más logo mandanu morti
Quem qui tem medo ta morrê cedo

Toma nha ombro, encosta cabeça
Djan dabo pêto, ama ragaz
Ó esprito doce ca bo tem pressa
Deta co geto, durmi na paz

olhar para o mundo às 10:59 | link do post | comentar | favorito